Inicial | Postagens RSS | Comentários RSS | Editar

A Redenção de Narciso

sexta-feira, 24 de julho de 2009

(Foto: André L. Soares)
.
.
.
A REDENÇÃO DE NARCISO
(André L. Soares)
.
Tentei tornar mais forte o coração,
fazê-lo solo agreste, embrutecido,
que resistisse a tudo, enquanto vivo,
preso à certeza pobre da razão.
.
Assim buscando, fiz-me solidão,
somente tendo em mim gentil abrigo.
Pensava ser o muito que preciso;...
até que, sábia, a vida disse: – Não!
.
E eu sucumbi à graça do sorriso;
pus meu destino incerto nas tuas mãos;
provei do amor
o gosto era perfeito.
.
Agora vejo um mundo mais bonito:
não quero nada menos que a paixão;
nem busco o vil carinho dos espelhos.
.
.

.

.
Leia também:
Gritos Verticais /O Poema de Cada Dia /Poética Herética /Raiz de Cem /Sons de Sonetos

22 comentário(s) to A Redenção de Narciso:

Sandra Paula disse...

Parabéns querido amigo poeta,por nos proporcionar uma leitura tão bela.Abraços e um maravilhoso final de semana

Rita disse...

Querido Poeta!

Seu soneto é mais uma preciosidade para a nossa literatura.

Belíssimo, poético, impecavelmente bem escrito. Tudo na medida exata para uma deliciosa leitura.

Acertou em cheio mais uma vez, meu querido Poeta! :)

PARABÉNS!

Beijussssssssssssss

Sonia Agreste disse...

O poeta está apaixonado... que bom!

Anônimo disse...

.
Oração Pelos Amigos
Pai, eu lhe peço que abençoe meus amigos que estiverem lendo esta mensagem.
Faça-lhes uma nova revelação de Seu amor e poder. Pai peço-Lhe que ministre ao espírito deles neste momento. Onde houver dor, conceda-lhes sua paz e misericórdia.
Onde houver dúvida, renove-lhes a confiança na Sua capacidade de operar através deles.
Onde houver cansaço ou exaustão, peço-Lhe que lhes dê compreensão, paciência e força enquanto aprendem a se submeter a Sua direção.
Onde houver estagnação espiritual, peço-Lhe que os renove revelando Sua proximidade e atraindo-os para maior intimidade com o Senhor.
Onde houver medo, revele Seu amor e incuta-lhes Sua coragem. Onde houver o obstáculo de algum pecado, revele-o e quebre o poder que estiver exercendo sobre a vida deles.
Abençoe suas finanças, conceda-lhes maior visão, levante líderes e amigos para dar-lhes apoio e encoraje-os.
Dê a cada um discernimento para reconhecer as forças negativas que os rodeiam e revele-lhes o poder que têm no Senhor para derrotá-las.
Peço-Lhe que faça todas essas coisas em nome de Jesus.
Que Jesus lhe abençoe

sMACK!

EDIMAR SUELY

JESUSMINHAROCHA2.ZIP.NET (NOVO ENDEREÇO)

Mahmood disse...

Your blog is very nice. The images are very beautiful. God is Great. Best wishes.

http://www.thedynamicnature.com

REGGINA MOON disse...

Grata por sua visita e me sinto honrado commo seu comentário!

Admiro muito o seu trabalho!
Parabens, tudo é perfeito...´

Beijos,

Reggina Moon

Érica disse...

Além do que já falaram, posso dizer algo mais além de 'lindo'? Beijo pra você.

Pércio disse...

A vida não é nada sem sonetos...
parabens pelo blog.

Mari Amorim disse...

Adorei,
Passei para fazer essa deliciosa leitura,e desejar lhe
um ótimo final de semana,
Com Boas Energias !
bjs
Mari

14 DE

rebloggando-requeri disse...

vim aqui.... beijo.

Jonathan disse...

Olá, o seu blog está ótimo. Muita informação interessante e bem organizado.

Gostaria de fazer parceria com o meu? É o http://www.viver-a-vida.com/ tudo sobre a próxima novela de Manoel Carlos na Globo.

Aguardo sua resposta. Até +

Hapi disse...

hello... hapi blogging... have a nice day! just visiting here....

CARLA ROCHA disse...

Leve! Bom vir aqui... Grande abraço, semana iluminada!

Camila Oliveira :* disse...

Que lindo *-*

Barbara disse...

Adorei o post.

Sillas Mello disse...

Adorei o site.;)

Simone disse...

Adorei o site.

LIGHT SOLUTIONS disse...

Parabéns pelo belíssimo poema, André. Mercedes é isto, simplesmente maravilhosa. Sua voz ficará conosco para sempre.

LIGHT SOLUTIONS
lightsolutions2@gmail.com
http://www.lightsolutions.com.br

Milla de Morpheus disse...

André Luis,
estou escrevendo exatamente um artigo sobre o mito de Narciso e as pessoas.

Adorei o poema. Ainda bem que nele o homem desistiu do carinho do espelho.
Ele poderia representar a sua própria solidão.

Belissimo poema.

Parabéns

Milla de Morpheus

Um

Maria Luisa disse...

Nossa...estou viciada nos seus posts.

Luna Di Primo disse...

belos sonetos temos aqui... dá gosto de ler...bjuuu

ACADEMIA MACHADENSE DE LETRAS disse...

Participe do ( Grupo Academia Machadense de Letras ). Publique seus poemas, contos, crônicas, livros, sugestões de filmes, Artes, Shows, teatro, cinema, dança, artesanato... Acesse o link abaixo:
https://www.facebook.com/groups/149884331847903/

Postar um comentário