Inicial | Postagens RSS | Comentários RSS | Editar

Soneto da Razão do Louco

sábado, 14 de fevereiro de 2009

(You Drive Me Crazy - Eikoweb)
.
.
.
SONETO DA RAZÃO DO LOUCO
(André L. Soares)
.
Se controlado, então passo a ser outro,...
mas, se me mostro livre e original,
a sociedade prima pelo igual
e logo diz que sou só mais um louco.
.
Se invento coisas, tal um deus absorto
– posto que em mim existe um mundo real –,
alguém me interna; e pra curar o ‘mal’...
...ganho torturas para a mente e o corpo.
.
Mas, alguém sabe sobre o certo e o errado?
Por isso indago;... e quem puder me diga:
– Serão malucos todos em suplício?
.
– Quem mais merece estar dentro do hospício:
o homem insano,... pronto para a briga?
ou,... o homem normal,... passivo feito gado?
.
.

.

.
Leia também:
Alma de Poesia /Gritos Verticais /Natureza Poética /O Poema de Cada Dia /Poética Herética /Raiz de Cem /Sons de Sonetos

56 comentário(s) to Soneto da Razão do Louco:

Cristiane Marino disse...

Maravilhoso e profundo!

Gosto do questionamento com que finaliza seu poema.
E afinal o que é ser normal? Fazer o que todo mundo faz?. Na vida sem querer acabamos assumindo algumas máscaras, se não seguimos o igual somos chamados de loucos, a sociedade valoriza um padrão absurdo e quem não segue são os Rebeldes!

Rita Costa disse...

Parabéns, meu querido Poeta!
O soneto ficou maravilhoso e, a postagem como sempre de muítisso bom gosto.
Ah! Nem preciso me estender muito por aqui né? ;)

Você já sabe o quanto amei esses versos. "Soneto da Razão do Louco", é mais um presente para a nossa literatura.

Beijusssssssssssssssssssss

Lais Adelita disse...

Olá , infelizmente só tipo tempo agora pra dar as boas vindas de voce seguir meu blog.
Uma honra ,pois em milho em milho abro meu galinheiro né HAAHAHAHA


o proximo capitulo tá prontinho heim

http://cronicasdesafira.blogspot.com


Beijao ,Lais Adelita

Serena Flor disse...

Olha...boa pergunta esta e difícil de ser respondida viu!
Gostei muito do soneto meu amigo...parabéns!
Um grande beijo e ótimo Sábado pra você!

by sumy disse...

Uma reflexão sobre o comportamento humano virou um soneto.
Admirável!
Parabéns!

daufen bach. disse...

Olá meu caro!

que beleza de soneto!
dizem que há um pouco de razão
na loucura e, sinceramente,
acredito que na lúcidez
a razão fica tao sem razão,
mais frágil...

bela refelexão viu e obrigado por
ter estar me acompanhando.

Abraço a ti.

daufen bach.

della-porther disse...

Muito bonito.

della

ALGUÉM disse...

muito bom!!!! parabéns!!!

ah! Tem post novo!!!
Aguardo sua visita!
Abraços.

POETICAMENTE FALANDO... disse...

Muito obrigada por sua visita em meu Blog...foi uma honra, e conheçer o seu espaço, uma grande alegria, virei sempre entrar nos seus questionamentos...muito bom!

Uma Boa Noite!!

Beijos,

Reggina Moon

Victor Borba disse...

Bom, muito bom...é por essas e outras que acompanho este blog. Parabéns.

Até.

Osvaldo disse...

Caro amigo;
Grande questionário/poema, onde o mais dificil é saber por onde começar... a responder.

Mas algo eu posso responder,... Se fosse em Portugal, um compositor já tinha apanhado este poema para o musicar para um grande Fado.
Um abraço
Osvaldo

Bob disse...

Ola, somos do blog Poemas e Poesias, gostaria de fechar parceria entre nossos sites,você colocaria nosso link na sua pagina e nós fariamos o mesmo, visando uma maior interação entre nossos leitores e autores.

http://poemasepoesias-blog.blogspot.com/

Aguardo resposta,desde ja agradeço, um bom inicio de semana.Abraços.

contatoblogagora@gmail.com

Bob

Márcia Justiniano disse...

A coisa mais difícil nos dias de hoje é descobrir quem é louco ou não, mas tenho certeza que existem muitos ditos loucos que estão com 100% da razão.

Abçs

Vic disse...

Oi, desculpe a ausência.Minha vida está uma correria...mas sempre que puder atualizarei o blog e visitarei os amigos.Lindo demais esse poema!!
Ótima semana pra vc!

Beijo
Vic

manzas disse...

Chegar aqui e ver tamanha beleza
Numa pagina que fermenta alegria…
É sonhar acordado e voar na leveza
De poetizar tudo… porque tudo é poesia

Uma semana de paz e alegria…

O eterno abraço…

-MANZAS-

gabyshiffer disse...

"Se controlado, então passo a ser outro,...
mas, se me mostro livre e original,
a sociedade prima pelo igual
e logo diz que sou só mais um louco"
Muito legal o seu soneto...
E eu acho que não existe alguém que não tenha um pouco de loucura, e se tiver com certeza é um chato...
Parabéns pelo seu espaço adorei.
Obrigada por ir no meu e me dar a chance de conhecer esse espaço seu
Serei sua seguidora, pra ver nesse mundo louco um pouco de boa poesia que ajuda a levar melhor a vida
Q vc tenha um lindo dia

Victor S. Gomez disse...

Lindo poema. obrigado pela visita. Abraços

Roberta.rj disse...

Olá!!! Belo soneto, palavras objetivas e intensas!!!
Um grande abraço e apareça!!!
Roberta

Conceição Duarte disse...

O final do seu poema, me fez lembrar os tempos de festival da Record, nem sei se é do seu tempo... A música se não me engano,
e de Vandré, diz "por que gado a gente mata, tange e fere - engorda e mata, mas com gente é diferente.".. "Lembra? Quem canta é o grande Jair Rodrigues.

Interessantíssimo! Muito bonito, temos que despertar...senão viramos gado mesmo!

Obrigada por retribuir a vista, te seguirei evidentemente! GOstei daqui.

Bjus CON

Nadir Paes disse...

Olá André!
Cheguei ao seu blog através da Rosa Dourada e amei. Os seus poemas são belos e profundos, eles revelam a a sua sensibilidade e a suavidade da sua alma.

Com certeza vou passar mais vezes por aqui.

Um grande abraço!
Nadir

Rose disse...

Fiquei fascinada porr esse espaço.
Coisa mais deliciosa de ver e ler, viu?
Obrigada por ir lá no Pimenta, arde mas passa...rsrsrsrsr.
Vai ser seguidor daquele antro?Então segura na mão de Deus e vá.
Bjs.
EM TEMPO:
Virei fã.

Marisa Pimenta disse...

OLá André, obrigada pelo comentário no meu novo blog. o nome real do conto nos livros de Andersen é este. Tenho várias coleções q sempre tem este título, mas o q importa neste conto é a contemporaneidade, pois atré hoje, muitos estão a ver o "rei" nú, seja ele qual for. Gosto mto do Andersen pq ele teve uma visão de mundo especial, talvez por ser meio louco e frustrado, não sei. Claro q seus contos são trágicos quase sempre, mas quem não gosta do Patinho Feio?????? Nele mtos se encontram e se descobrem!!!! Seja sempre bem-vindo Bjks

Fabiana Guaranho disse...

Se vc é Amigo do Rio entre nesta campanha, AMIGOS DO RIO.
Copie e cole do meu blog.
Sem fins lucrativos, somente para aumentar a corrente pelo RIo.
Obrigada

manzas disse...

O mundo adormece na cama do céu
Enquanto permaneço acordado no teu roseiral…
Vigilante no teu galante corpo, rosa sem véu
Batem janelas inquietas, pétalas em temporal

Neste momento,
Desejo
Um bom fim-de-semana
Materializado em harmonia
Com muita alegria…
Um excelente CARNAVAL
Com muito divertimento
Desmascarando amor
Com paz,
Cheio de muita folia…

O eterno abraço…

-MANZAS-

NEGROPOETA disse...

a linha entre a loucura e a normalidade é muito tênue. Carinhosamente Dinigro Rocha.

Multiolhares disse...

A sociedade teima em nos moldar , mas se deixamos perdemos a identidade
bj

Paulo - Intemporal disse...

Profundo de tão belo.

Gosto-TE imenso, pela capacidade com que me desassossegas!

E deixo-TE um abraço imenso.

Sempre,
____ p.

Patricia Faria disse...

Parabéns pelas palavras tão bem colocadas mostrando a realidade em que vivemos. Sobre o que é ser normal é um questionamento que sempre me faço a cada dia, pois não deixa de ser uma verdade que vivemos numa sociedade que padroniza comportamentos, e se não seguimos estes padrões...somos vistos como "loucos".

Agradeço a sua visita e a partir de agora serei uma seguidora ao seu blog retribuindo o seu carinho.

Abçs.

Patrícia.

SAULO PRADO disse...

Dizem que eu sou loco pro pensar assim...

Ola estou só batendo o ponto!!!
Vim conhecer o seu cantinho, e estou adorando o que vejo; serei presença constante aqui.
O meu mundo quadrado é um lugar feito por devoção ao poeta, e a poesia, pois amar o poeta é entra em seu mundo te convido a vim conhecer o meu...
Um abraço e fique com DEUS...

Mirse disse...

Aplausos!!!! Magnífico!
Essa reflexão deve bater forte em muitos que afastam da comunidade os "não iguais!. Dei o que é isso.

Parabéns!!!
Forte abraço


Mirze

ALGUÉM disse...

Oieeee...tem postagem nova!!!
Aparece lá!
Ótima semana de leitura!

Iúna disse...

agora sou sua seguidora, seu blog é ótimo.

Cabeça no ar disse...

lindo!

Priscila Ribeiro disse...

Tem um selo pra você no Vazio no Espelho!
abs

mundo azul disse...

____________________________

Penso que ninguém merece estar em um hospício...

Mas, é verdade...Se não camuflamos o nosso lado meio louco, ficamos expostos a sanha da sociedade organizada...

Excelente o seu soneto!

Uma bela reflexão...

Beijos de luz e o meu carinho!

_______________________________

André. disse...

lobo, passa la no www.viacomica.blogspot.com
fui expulso do dihitt mas queria que tu avaliasse uns textos para mim. tu é o cara e a tua palavra seria importante para mim traçar uma estrategia de trabalho. to me cagando a pau com a gurizada do orkut.abraços

Efigênia Coutinho disse...

Desire to leave express my admiration
to the beautiful work of this Blog,
yours truly,

Efigênia Coutinho
BRAZIL
http://efigeniacoutinhopoesiascomimagens.blogspot.com/

FFFiiiaaammmaaa disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
FFFiiiaaammmaaa disse...

Gostei muito do tema abordado, me identifiquei bastante.
Inclusive, essa semana estarei apresentando um trabalho, no qual terei de declamar um soneto, e acabo de escolher este. :)
E claro: citarei o nome do autor e também, achei muito bom o seu texto de apresentação, o "quem sou eu".
Tenho certeza de que farei um ótimo trabalho.
Te "linkei".
Parábens pelo blog André!
Até breve

aetharyn disse...

Notícias insólitas com imagens e vídeos, actualizado diariamente!
http://melhor-pior.blogspot.com

miluzcintila disse...

O cunho social de sua poesia coloca questionamentos claros e reflexivos. Gosto do seu trabalho e o acompanho de perto... eu tenho uma pequena homenagem a tudo que você representa para a literatura, um selo...
Um abraço

MILUZ mluzcintila.blogspot.com

Carol Machado disse...

Maravilhoso soneto!

pinguim disse...

Olá! Visita este blog: http://viverporhoje.blogspot.com/.
É do meu grupo de Área Projecto, é importante que possas ler!
Beijinho *

Conceição Duarte disse...

Que lindo seu poema!
E realmente quem será o louco?
Muito bom, gostei demais!
Bjus CON

DicaDeDica disse...

Amigo seus blogs foram add na parceria de links agora faz o mesmo:

DicaDeDica
http://www.dicadedica.blogspot.com/

Manhosa LobaVirtual disse...

Os dias estão cada vez passando mais rápido...
A vida mais atribulada...
...risos...
Os neurônios em curtos...
O coração fazendo o papel de apara-raios...
Só sobreviveram...
... os loucos...
... os sonhadores...
... os poetas...
... os escrevinhadores...

TeAmo...

Bjs.

OBS: Huummm... estou com meu coração em festa... um poeta de verdade sendo seguidor desta Manhosa... metida a escrevinhadora...
Obrigado pelo carinho...

Sheila Porto disse...

E quem são os loucos?Muitos sâo injustiçados reduzidos a apenas "um louco", internados em locais nem sempre sérios. E por melhor que seja o local,quem deseja viver sem o direito de ír e vir, sem liberdade, sem família, sem amor daquelas pessoas com quem cresceu, com quem conviveu?Se você tem uma pessoa especial, um parente talvez em situação parecida não meça esforços para abrir mão dos preconceitos e escutar este louco amado não só com os ouvidos, mas com o coração e com a alma e quem sabe com estes recursos especiais vc consiga ajudá-lo a manter um equilibrio entre estes dois mundos entre o padrão criado como real e as loucuras que invadem nossa mente!

Sheila Porto disse...

Meu computador apagou quando eu estava enviando a mensagem,aí fiz outra, srsrs, caso tenha ido mais de uma, perdoe-me!Um abraço!

disse...

Sempre, sempre questiono isso: Quem será o louco??? Quem de nós não o é??? Detestaria ser rotulada de normal!!! Amei!!! Se vc me permitir (vou aguardar a resposta) vou postar lá no meu espaço!!! Apareça!!!

Márcio Lopes disse...

Soneto perfeito. Não sabemos mesmo dizer quem são os loucos. Abçs.

Camila Oliveira :* disse...

UAU!

é eu acredito que a sociedade limita a criatividade do ser, e cria dependências tão estúpidas qto a mesma

parabéns *-*

Anônimo disse...

o que eu estava procurando, obrigado

Maria Luisa disse...

Nossa...nem tenho palavras...qualquer palavra minha poderia estragar tamanha sensibilidade :)parabéns!

Rachélle disse...

pode-me dizer de quem é a autoria da imagem? precisava urgentemente de saber.

André L. Soares disse...

Rachélle, boa tarde.

Essa belíssima pintura está exposta no site http://www.deviantart.com/, e lá o autor assinou como 'Eikoweb'. Nesse mesmo site, o direito de uso da imagem está marcado como livre, desde que o autor seja citado. Mas, se for você a autora e o direito estiver marcado errado no Deviantart, basta me informar que a substituo.

Grande abraço!

Anônimo disse...

Olá, André L. Soares, tudo bem?


Adorei seu soneto. Muito bem escrito e a métrica em decassílabo heroico é perfeita.

Sou escritor e estou escrevendo o meu segundo romance. Gostaria de saber se posso usar o seu soneto, com os devidos créditos é claro, como epígrafe de meu livro.

Meu e-mail é placidords@yahoo.com.br

Me chamo Plácido Rodrigues.

Postar um comentário