Inicial | Postagens RSS | Comentários RSS | Editar

À Alegria

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2008

(Columbine - Isaac Maimon)
.
.
.
À ALEGRIA
(Guilherme Belmont)
.
Um tempero para dar gosto à alegria,
sem desespero que ela, não tarda, já vem.
Então chega tão bela quanto antes dizia;
é o Éden, o Inferno, um prazer do Além.
.
Eu busco em seu cheiro, quais mistérios contém.
E seu incenso, se torcendo de agonia,
mil outros enigmas esconde também,
igual a uma esfinge que nos desafia.
.
“Decifra-me! Ou te mato!” ela me diz,
porém seus pensamentos, prenhes de loucura,
vertem vinho como um sangrar de mil rubis.
.
Este sangue tem um feitiço sacro-santo,
como daquelas garrafas cuja água pura,
jorrou, derramou e terminou sem espanto.
.
.
.
.
.
.
.
Leia mais
Guilherme Belmont em: Recanto das Letras

4 comentário(s) to À Alegria:

pabloramos disse...

Rapaz, você sabe mesmo escolher os sonetos, esse Guilherme Belmont é muito bom! Vou dar uma fc+uchicada por lá e linkar também. Daqui ha uns dias talvez eu coloque as poesias dele lá no Blógico (mas agora a ciosa tá meio pegando fogo por lá, tem carta pública ao reitor da UnB, o clima tá quente rs).

Essa escolha das imagens também está um barato, queroo ver logo qual a que vc escolheu para o "primeiro e ultimo soneto" hehe.

Quanto aos erros que apontou no meu ultimo poema corrigi e encontrei mais um monte, valeu a dica.

Me diz uma coisa, André, como se faz pra colocar conteúdo nas barras laterais do Blog, como esse banner da caneta de ouro e a assinatura dos feeds?

Abração e continue assim!

Pablo Ramos

pabloramos disse...

Mais uma coisa, amigo, meu nome é Pablo, não Paulo hehehehe

Dá uma acertadinha lá no blogroll por favor, e mto obrigado pelo link mesmo assim ;-)

Francisco Libânio disse...

André, adoro os sonetos que vocêposta em seu blog. Aprveito a oportunidade para lhe convidarpara conhecer o meu, onde seus blogs estão devidamentelinkados.

Poesias em Dia
http://franciscolibanio.blogspot.com/

Abraço

Francisco Libânio

Francisco Libânio disse...

Está autorizado, André. Muito obrigado pela oportunidade e muito obrigado pela atenção. Bom saber que haja esse interesse por aqueles a quem a poesia ainda diz alguma coisa.

Quanto à comu já estou nela.

Abraço

Postar um comentário